Inter desandou porque Aguirre ficou aborrecido após ser rejeitado

O Internacional desandou após o técnico Diego Aguirre deixar de ser o ficha 1 da Seleção Uruguaia. Ele era o proferido, mas Tabárez foi mantido no cargo e dispensado após as derrotas da rodada dupla de novembro. Porém, Marcelo Gallardo, do River Plate, tomou a dianteira no coração dos uruguaios.

O técnico bicampeão da Libertadores e maior vencedor da América do Sul na última década já treinou o Nacional. Foi de lá que ele partiu para o River Plate, no começo de sua reconstrução após passar pela segundona argentina. E vem fazendo muito sucesso.

Conforme o jornalista Leonardo Meneghetti, Aguirre se desmotivou após ser preterido no cargo de técnico. É bom deixar claro que Gallardo ainda não disse SIM para o Uruguaio. Então, caso não acerte com a celeste olímpica, a negociação deverá ser aberta com o técnico colorado.

Acontece que apenas o fato da Seleção Uruguaia pensar em outro nome, deixando-o em segundo plano já teria sido o suficiente para o abatimento do treinador. Aliás, o sonho dele é dirigir o time nacional do seu país, e pode acontecer em 2022.

Aguirre bateu no teto do Inter

Além de estar deprimido por ter sido rejeitado pelo Uruguai, parece que Aguirre bateu no teto e não tem mais de onde tirar soluções para melhorar o futebol do Internacional. O time, aliás, não vem jogando nada faz tempo.

O ponto positivo é que havia temor de rebaixamento, algo que prontamente terminou com algumas vitórias sob o comando de Aguirre. Entretanto, o time não passou de um sexto lugar no Brasileirão e depois despencou.

No mínimo, era obrigação desse grupo terminar no G6, já que desde o meio do ano só joga Campeonato Brasileiro.

Comentários do Facebook

- Publicidade -