Inter economiza com Dourado o dinheiro que rasgou com Lindoso

Recentemente o Internacional oficializou a venda de Rodrigo Dourado para o San Luís, do México, o que causa um bom alívio nas contas do time gaúcho. Além do bom valor recebido pela venda, o Colorado economizará cerca de R$ 3 milhões em salários e benefícios que seriam pagos a Dourado até o fim do ano.

O negócio tem sido visto como bom, porém destoa de outras negociações recentes em que a diretoria do Clube do Povo tem realizado recentemente. Um dos exemplos de mal negócio que o time fez no começo da temporada é o de Rodrigo Lindoso.

Apesar do empréstimo do volante ao Ceará, em março, livrando o clube de pagar mais de R$ 1 milhão até o final do ano, quando seu contrato se encerra, o Colorado ainda terá que pagar parte dos salários do jogador, cerca de R$ 70 mil mensais até o fim de seu vínculo, o que não teria ocorrido caso tivesse um melhor planejamento do plantel dessa temporada.

Inter ainda paga parte do salário de Lindoso

Apesar da economia, clube não fez bom negócio, tendo em vista que renovou com Lindoso no final da temporada passada, seu contrato se encerrava em dezembro, mas foi estendido por mais um ano. Com isso, os R$ 700 mil reais que serão pagos no salário do atleta até o final do ano, para ele defender outro clube, se tornam uma péssima jogada da diretoria.

Por outro lado, caso o jogador não deixasse o clube rumando o Ceará, desde março, o Colorado teria que arcar com quase R$ 2 milhões em salários para Lindoso, causando um rombo muito maior para um atleta que não somou grandes oportunidades no começo do ano e provavelmente não teria mais chances no decorrer da temporada.

Comentários do Facebook

- Publicidade -