Inter fica de fora de novo grupo “Forte Futebol”

O Internacional ficou de fora da criação do grupo “Forte Futebol”, iniciado por 10 clubes da Série A do Campeonato Brasileiro. A fundação do grupo tem o objetivo de responder assuntos do futebol brasileiro em conjunto. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (16), e conta com América-MG, Atlético-GO, Athletico-PR, Avaí, Ceará, Coritiba, Cuiabá, Fortaleza, Goiás e Juventude.

Segundo Marcelo Paz e Robinson Castro, presidentes de Fortaleza e Ceará, respectivamente, os clubes emergentes resolveram agir. As conversas com os 20 times não iam adiante, então essas dez equipes se juntaram para discutir assuntos em conjunto como a formação de liga ou valorar direitos de transmissão.

O grupo não é fechado, ou seja, está aberto para novos adeptos. Como algumas vezes já foi tentado no futebol brasileiro, o propósito dessa movimentação é ter apenas uma voz, uma decisão que norteie os rumos dos clubes. Diferentemente do que acontece hoje no cenário nacional, com os times tomando posições isoladas, que os beneficia individualmente.

Confira abaixo um trecho da nota do Forte Futebol:

“Com as novas possibilidades de investimentos, tanto nos clubes brasileiros como também nas competições, têm surgido interessados no mercado dispostos a gerir e administrar uma Liga de Clubes no país. Um assunto que nós já vínhamos há alguns anos trazendo ao debate e buscando a adesão de todos. Como nunca tivemos uma instituição de classe forte e unificada, não foi possível. Agora temos um novo cenário, e novos e velhos “atores” querendo entrar em cena. Grupos, empresas, brokers e outros. Mas para se construir algo sólido, é preciso conhecer melhor o terreno. Quanto mais informação, melhor. Os clubes brasileiros, que são os principais interessados em participar de uma liga forte, devem se unir.”

Comentários do Facebook

- Publicidade -