Inter leva 2 multas por confusão no GreNal 435

O Internacional tomou duas multas por conta da confusão gerada no GreNal 435. O Clube do Povo foi punido pelo arremesso da pedra de um torcedor no ônibus do Grêmio, sendo responsabilizado por multa de R$ 100 mil no artigo 211 e R$ 50 mil no art. 213.

A multa do artigo 211 infere que: “Deixar de manter o local que tenha indicado para realização do evento com infraestrutura necessária a assegurar plena garantia e segurança para sua realização”.

O Colorado ainda não se pronunciou sobre as punições, mas deve cumprir e pagar todas as multas. Além disso, o Internacional ainda pode se complicar por conta do celular arremessado no volante Lucas Silva, do Grêmio.

O Grêmio estava comemorando o terceiro gol marcado no GreNal 436, até que um torcedor do Internacional arremessou um celular no jogador gremista. O atleta foi atingido no rosto e começou a sangrar no gramado.

“Queria, primeiro, lamentar o episódio com o Lucas Silva. Quero dizer que, em nenhum aspecto, compactuamos com isso. Elogiamos nosso torcedor no último clássico. Foi um caso isolado e estamos solidários com o atleta rival. Vamos apurar tudo para identificar”, disse Emilio Papaléo Zin.

O Clube do Povo identificou o envolvido e colaborou para que houvesse uma punição para o mesmo. Apesar disso, o Internacional deve sofrer multas e punições por conta do ocorrido no Beira-Rio.

Inter pode perder 10 mandos de campo

Conforme previsto, o Internacional ainda pode perder 10 mandos de campo em jogos da Federação Gaúcha de Futebol. Dessa forma, o Colorado não será punido durante a realização do Brasileirão e da Sul-Americana, tendo que cumprir a pena somente em 2023.

O Clube do Povo ainda não foi punido por conta do celular arremessado e aguarda a definição do caso, mas tudo indica que realmente deve perder mando de campo ou pode ter que jogar com os portões fechados.

Comentários do Facebook

- Publicidade -