Inter leva multa milionária por não disputar torneio nos Estados Unidos

O Internacional foi condenado pela justiça paulista a pagar 327 mil dólares (cerca de R$ 1,7 milhão) para os organizadores da Florida Cup. A competição ocorre anualmente nos Estados Unidos e teve que lidar com a ausência do Colorado em 2017.

O Clube do Povo estava comprometido a participar do torneio em janeiro de 2017, mas desistiu após ter sido rebaixado para a segunda divisão do Brasileirão. Os organizadores não gostaram da decisão de última hora do Internacional.

Os organizadores da Florida Cup disseram à justiça que a desistência acabou gerando prejuízos ao evento, já que foi necessário tomar uma série de medidas para garantir a realização do torneio.

O Internacional tentou se defender no processo afirmando que a desistência teve relação com o acidente aéreo da Chapecoense, em novembro de 2016. De acordo com o clube, a tragédia impactou o calendário no futebol brasileiro.

Por conta disso, as férias dos jogadores tiveram que ser alteradas. A reapresentação deveria ser no dia 4 de janeiro, mas acabou sendo no dia 11. O ocorrido impossibilitou a participação na Florida Cup, com previsão de início no dia 13.

O resultado da multa ao Inter

A justiça não aceitou a argumentação do Internacional e condenou o clube em primeira e segunda instância. O Colorado não aceitou a alternativa apresentada pelos organizadores de iniciar o evento no dia 18 de janeiro, não tendo realizado nenhum esforço para resolver o problema.

De acordo com a decisão, o Clube do Povo deu prioridade para a preparação da equipe na Série B. A Flórida Cup foi deixada de lado e o Inter foi condenado a pagar a multa contratual e uma indenização por danos materiais, totalizando 327 mil dólares.

Comentários do Facebook

- Publicidade -