Inter costuma marcar mais gols no segundo tempo dos jogos

O Internacional está tendo um início de temporada não muito favorável. Em termos de desempenho, a equipe de Cacique Medina tem deixado a desejar, mostrando dificuldades na defesa e no ataque. No setor ofensivo, os gols têm saído apenas durante o segundo tempo das partidas.

Dentre os problemas que o time apresenta neste começo de trabalho da nova comissão técnica, o baixo desempenho ofensivo é um dos principais. O Colorado demonstra dificuldades em quebrar as defesas adversárias. Diante dos rivais fechados, o time tem a posse da bola, circula bem, porém não finaliza.

“Falta melhorar algumas coisas. Como no último quarto. Onde se definem as partidas. Estamos muito lentos na nossa área. E jogamos muito perto, muito tempo. Faltou melhores tomadas de decisões. Melhores finalizações. Muito mais presença dentro da área”, declarou Cacique Medina recentemente.

A bola não chega para Wesley Moraes finalizar as jogadas. Responsável por substituir Yuri Alberto, principal artilheiro na temporada passada, o centroavante só marcou um gol com a camisa vermelha, e de pênalti. O atacante tem mostrado qualidade em suas principais características, entretanto pouco tem condições de mostrar o “faro de artilheiro”.

Inter marca mais gols no segundo tempo:

8 gols no total

5 gols no segundo tempo – 62,5%

3 gols no primeiro tempo – 37,5%

Contra o Juventude: dois gols no segundo tempo

Contra o União Frederiquense: um gol em cada tempo

Contra o São Luiz: sem gol

Contra o Ypiranga: gol no primeiro tempo

Contra o Novo Hamburgo: gol no segundo tempo

Contra o Caxias: gol no segundo tempo

Contra o Brasil de Pelotas: gol no primeiro tempo

Comentários do Facebook

- Publicidade -