Portal do colorado
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

Inter ouve NÃO e já sabe que terá que pagar mais de R$ 22 milhões por defensor

O Internacional recebeu uma negativa dura recentemente e agora terá que raspar os cofres para conseguir contratar um defensor. Entre o planejamento do time para 2023 está a manutenção de peças que se destacaram e ajudaram o elenco de Mano Menezes à ir tão longe no Campeonato Brasileiro, exigindo algumas movimentações.

Isso porque nem toda a base do elenco de 2022 pertence ao Colorado. Como por exemplo o zagueiro Vitão, que pertence ao Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. O defensor chegou ao Inter com um contrato baseado na normativa da Fifa que visa proteger atletas estrangeiros da guerra que acontece neste momento no leste europeu.

Com isso, não tem um contrato direto de empréstimo com o time ucraniano, não estabelecendo um valor para a compra de Vitão ao final da cessão. Com isso, agora o Shakhtar poderá cobrar o que quiser pelo passe do jovem atleta, que está em grande fase no futebol nacional, entrando inclusive na lista de pré-convocados da Seleção Brasileira para a Copa do Mundo.

Quanto o Inter terá que pagar por Vitão?

Somando isso ao fato de que o Inter fez a negociação de empréstimo sem o aval do dono dos direitos, que não gostaram nada, os ucranianos estão querendo uma grande bolada pela liberação do jogador. A informação que corre na imprensa é que o Colorado tentou o pagamento de R$ 4 milhões de euros, o que passa dos R$ 22 milhões de reais, no entanto, o valor não foi aceito.

Agora, já que não conseguiu acerto com os valores iniciais, a diretoria do Clube do Povo já sabe que terá que abrir os cofres e oferecer mais que isso caso queira mesmo permanecer com Vitão em definitivo. O investimento atualmente não é descartado pelo time gaúcho, já que o zagueiro é jovem e um ativo podendo gerar um retorno financeiro no futuro.