Inter pode ser obrigado a comprar atacante de time russo após empréstimo

Para ter o atacante Wanderson por empréstimo, o Internacional poderá ter que se comprometer em contrato a comprá-lo. O Krasnodar, da Rússia, até topa liberar o jogador, mas sob a condição de que ele seja adquirido em definitivo ao fim do período de empréstimo. O atleta está de saída do clube, e o Colorado aparece como um possível destino.

A informação é do site “Torcedores.com”. O time russo exige uma cláusula de compra obrigatória dos direitos econômicos do atleta no contrato de empréstimo. Só assim aceita fechar a transferência do brasileiro para outra equipe. Além disso, exige o pagamento integral do salário do jogador de 27 anos, que é de R$ 1 milhão.

Dessa forma, para tê-lo, o Clube do Povo precisaria garantir o pagamento de 4,5 milhões de euros (aproximadamente R$ 24,7 milhões). O valor é próximo ao que a diretoria estava disposta a pagar para contratar Marrony, que está atuando no futebol dinamarquês.

Na negociação, o Inter tem a concorrência do Botafogo, de John Textor, e do Sporting, de Portugal.

Inter quer Wanderson para a ponta-direita

A diretoria colorada segue no mercado em busca de um atacante de beirada. Anteriormente, o alvo era o uruguaio Brian Rodríguez, do Los Angeles FC. Entretanto, a negociação não se concretizou.

Marrony também era uma opção considerada. O atacante seria uma possibilidade para atuar na posição, assim como de suprir a perda de Yuri Alberto, sendo um centroavante de mais mobilidade.

Dessa forma, a bola da vez no Beira-Rio é Wanderson. O brasileiro tem como principais características a velocidade e o drible, e chegaria para acabar com a carência existente no elenco atual. Formado como profissional fora do país, seria a primeira vez que ele defenderia um time brasileiro.

Comentários do Facebook

- Publicidade -