Inter pode ter mais dois desfalques e prodígio da base pode ganhar chance

O Internacional pode ter mais dois desfalques confirmados para a partida contra o Coritiba, nesta sexta-feira (24), às 21h30, no estádio Beira-Rio, pela 14° rodada do Brasileirão. As ausências permitem que um prodígio da base ganhe uma oportunidade pela primeira vez na temporada.

Com Renê lesionado e Moisés fora por suspensão, o Internacional tem apenas Paulo Victor e Thauan Lara como alternativas para atuar pelo lado esquerdo. PV teve sintomas gripais e ficou fora do último treino, então pode ser um dos desfalques contra o Coxa.

Dessa forma, Thauan Lara será o único lateral-esquerdo disponível no elenco do Colorado. O atleta de 18 anos, pontuado como uma das maiores promessas das categorias de base do Inter, pode ser utilizado entre os titulares pela primeira vez na carreira.

Ainda é possível que o técnico Mano Menezes escale algum jogador improvisado na posição. Alexander Medina optou por essa alternativa quando estava no comando do Colorado e Liziero era utilizado entre os titulares.

Além das ausências no setor, o meia-atacante Alan Patrick apresentou sintomas gripais e também pode ser um dos desfalques contra o Coritiba. O mais cotado para assumir a vaga do jogador é Taison.

Wanderson também desfalca o Inter

O atacante Wanderson sofreu lesão muscular na coxa esquerda e vai ficar fora dos gramados por cerca de quatro semanas. O mais cotado para assumir a vaga é Pedro Henrique, que apresenta caracteristicas semelhantes.

O técnico Mano Menezes ainda está estudando as possibilidades e deve dar uma amostragem de sua escolha na próxima partida. Outras alternativas são estudadas pela comissão técnica.

Além de Pedro Henrique, o treinador também pode colocar David na ponta, enquanto Alemão joga centralizado. A alternativa só não será possível contra o Coritiba, já que o atacante foi expulso na partida contra o Botafogo e será julgado pelo STJD.

Mauricio e Taison correm por fora na briga, mas nenhum dos dois deve ter vantagem sobre Pedro Henrique. 

Comentários do Facebook

- Publicidade -