Inter quer usar o gás da Sul-Americana para embalar no Brasileirão

O Internacional ainda lida com a euforia dos torcedores, tendo em vista a classificação heroica que o time conseguiu no meio dessa semana. A forma como o placar foi construído, e o apoio da torcida, podem ser uma virada de chave para uma temporada vencedora do Colorado, que pode usar o triunfo como combustível para a sequência do ano, também no Campeonato Brasileiro.

Porém, mesmo com a grande empolgação, a vitória não pode subir a cabeça do elenco do Inter, que ainda tem muito à conquistar na temporada. Como disse o próprio Mano Menezes após o jogo. “Quem faz parte da comissão técnica precisa cuidar para não se empolgar demais. Porque se o resultado não tivesse acontecido, não poderíamos chorar demais. A temporada seguiria”, declarou o treinador.

Gabriel foi um dos mais aplaudidos pela torcida, além do tradicional “ruf-ruf” dos colorados quando o atleta aparece no telão e pega na bola. O volante inclusive espera que o apoio e momento continuem para o restante do ano. “Espero que seja assim daqui para a frente para buscarmos as vitórias e os títulos”, disse o atleta depois do jogo do Inter.

Alemão é decisivo e ajuda na vitória do Inter

Alemão foi uma das peças importantes do time, e a escolha pelo centroavante foi justificada por Mano. “Minha escolha pelo Alemão foi óbvia. Precisávamos ganhar em casa. Coloquei o jogador que vinha fazendo gols, às vezes com dificuldade, às vezes não. Temos de fazer o certo. Porque se fizermos o certo, talvez tenhamos chances de ganhar. Se fizermos errado, certamente não teremos”, explicou.

Porém, a partida não teve somente alegrias, o goleiro Daniel quase foi o vilão da noite, fazendo o pênalti, e recebeu vaias. “Levamos o gol. A torcida reagiu, compreendemos. Não pode baixar a cabeça nessa hora, precisa ter força. Soubemos conviver com as vaias ao Daniel. Somos um grupo e ficamos juntos. O futebol é cruel nesta posição. E passamos por cima disso”, disse o treinador.

Comentários do Facebook

- Publicidade -