Nem com quatro atacantes Inter chega ao segundo gol contra o Cuiabá

O Internacional segue com problemas no último homem de ataque. Mano Menezes mostrou descontentamento depois de mais um empate e admitiu que o Inter teve boas chances de matar a jogo, mas não soube aproveitar. Com isso, o técnico afirmou que o colorado perdeu dois pontos, mesmo jogando fora de casa.

Além disso, depois da partida, Mano fez um análise sobre o ataque do Internacional. Questionado sobre quem deveria ficar mais a frente, o técnico não cravou, mas deixou claro que tem opções. Na partida contra o Cuiabá, David teve boas chances, mas não soube aproveitar. No segundo tempo De Pena, Wesley Moraes, Pedro Henrique e Alemão chegaram a estar em campo ao mesmo tempo e nem com uma a mais o Inter chegou ao segundo gol.

“Nós temos 3 jogadores no elenco que sao mais jogadores da última função. Alemao um pouco menos que é de movimentação, mas tem força física, temos Wesley e Cadorini. Escolhemos desta forma para ter mais movimentação, ataque mais rápido. Em determinados jogos vai funcionar, em outros nao. Tínhamos uma condição boa no jogo que favorecia Wesley e Alemão. Cadorini ainda não teve oportunidade mas também sabe o que fazer”, completou Mano Menezes na coletiva pós-jogo.

Contra o Cuiabá, o gol veio dos pés De Pena em cobrança de pênalti. Este foi o primeiro gol do atacante com a camisa colorada. Ele disse após a partida que, claro, o gol foi importante, mas que sem a vitória o momento perdia um pouco do brilho. De Pena lamentou mais um empate e frisou que o time precisa achar o caminho das vitórias.

“Estamos fazendo boas partidas, mas não conseguimos os três pontos: Avaí, Juventude, Corinthians e aqui (Cuiabá). Precisamos ver o que temos feito para refletir no resultado. É um campeonato muito parelho. Temos que fazer pontos em casa e fora”, disse De Pena depois da partida.

Comentários do Facebook

- Publicidade -