Inter sofre dentro de casa e iguala marca negativa de ano em que foi rebaixado

0

O empate do Internacional diante do Ceará no domingo evidenciou o momento ruim vivido pela equipe, sobretudo jogando em seus domínios. O Colorado chegou à infeliz marca de seis partidas consecutivas sem vitória no Beira-Rio. O último triunfo colorado em casa foi contra o Juventude, pelas semifinais do Campeonato Gaúcho.

A seca atual vivida pelo time igualou uma sequência negativa de 2016, quando foi rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro. O Clube do Povo terminaria aquela edição da competição nacional com nove vitórias, seis empates e cinco derrotas jogando em seu estádio.

Os próximos dois compromissos do Colorado no Beira-Rio são contra Palmeiras (30 de junho) e São Paulo (7 de julho), dois sérios concorrentes a uma vaga na Libertadores do ano que vem. Só que antes o Clube do Povo tem uma pequena sequência Brasil afora.

Na próxima quinta-feira, enfrenta a Chapecoense na Arena Condá e, em seguida, viaja até Minas Gerais para medir forças contra o América-MG no Independência. Entre os confrontos contra Palmeiras e São Paulo, o Inter ainda tem mais um paulista pela frente: o Corinthians, em São Paulo.

Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Ausência de vitórias do Inter no Beira-Rio pode ser explicada por outro jejum

A sequência negativa do Internacional no Beira-Rio tem diversas explicações, mas uma estatística pode resumir bem. O Colorado não marca um gol com a bola rolando há 800 minutos (ou oito partidas). A última vez havia sido contra o Olimpia, pela Libertadores.

Se a fase atual já não é boa, pode ficar ainda pior por conta da baixa importantíssima de Taison. O meia sofreu uma lesão muscular na coxa direita no jogo contra o Atlético-MG e vai desfalcar o time por pelo menos um mês. Enquanto esteve saudável, Taison era a mente pensante e alívio técnico que deixava os companheiros na cara do gol.

O Inter agora se desdobra para arranjar um substituto provisório para o grande nome do time. Na partida de ontem, por exemplo, Osmar Loss optou pelo jovem Lucas Ramos, que fez sua estreia como titular no time profissional. O plantel colorado ainda conta com Mauricio, suplente imediato de Taison nas últimas partidas.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.