Arrancada do Inter no Gauchão 2022 lembra ano que o clube jogou a Série B

O Inter tem o pior início de no Campeonato Gaúcho desde 2017, ano trágico na história do clube. Até aqui, o Colorado venceu três jogos, empatou outros três, e perdeu dois em oito rodadas da competição. Sistema ofensivo sem inspiração, e defesa frágil dão à equipe de Medina um saldo de um gol na tabela.

“Não estamos satisfeitos, mas não com a comissão, com o trabalho como um todo, que tem responsabilidade inclusive nossa como dirigente. Uma semana importante, com clássico, assumirmos as nossas responsabilidades e enxergarmos onde está o problema. Estou convencido que o problema está aqui dentro e a solução também”, disse o presidente Alessandro Barcellos.

Prestes a jogar o GreNal decisivo no próximo sábado (26), o Clube do Povo precisa acertar o que não conseguiu fazer bem até aqui. O aproveitamento de 50% no Gauchão 2022 apenas reflete o desempenho pouco empolgante da equipe. Falta de criatividade no ataque e falhas defensivas constantes marcam o começo de ano colorado.

Momento atual do Inter no estadual só não é pior que o de 2017

A arrancada do time de Medina só fica à frente do de Antônio Carlos Zago, há cinco anos. Naquela época, nas oito primeiras rodadas, a equipe venceu e perdeu duas partidas, e empatou quatro. Um aproveitamento de 41,66%.

Em compensação, aquele time foi melhor em outras competições, perdendo só um jogo em oito na Primeira Liga e Copa do Brasil.

Os resultados do Inter em 2017:

Empate com o Veranópolis: 1 a 1

Derrota para o Novo Hamburgo: 2 a 1

Empate com o Caxias: 1 a 1

Empate com o Passo Fundo: 1 a 1

Derrota para o Brasil de Pelotas: 1 a 0

Empate com o Grêmio: 2 a 2

Derrota para o Juventude: 1 a 0

Vitória diante do São Paulo-RS: 1 a 0

Comentários do Facebook

- Publicidade -