Portal do colorado
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

Inter vai faturar fortuna com a venda de Léo Ortiz? Foi confirmado

O Flamengo fez uma proposta de 5 milhões de euros (cerca de R$ 27 milhões na conversão da moeda) para contar com os serviços do zagueiro Léo Ortiz. Formado nas categorias de base do Inter, o atleta de 27 anos pertence ao Red Bull Bragantino e tem contrato até dezembro de 2024. Apesar do desejo para acertar a transação, o Massa Bruta pede um valor maior.

Caso a negociação seja fechada, o Inter receberá 4% do valor total da venda, referente ao mecanismo de solidariedade pela formação do defensor. O Colorado não está contando com a quantia para o planejamento anual de 2024, porém acredita que a quantia será bem-vinda para contribuir com a meta orçamentária.

Em 2019, o Clube do Povo acertou a transferência de Léo Ortiz, sem custos, para o Red Bull Bragantino. Como o contrato estava próximo do fim e o jogador não permaneceria no Beira-Rio, as partes definiram um acordo para o clube continuar com 40% dos direitos econômicos do zagueiro. Em 2020, o percentual foi vendido por R$ 1,8 milhão.

Em meio à possibilidade de venda do defensor, o Internacional pretende trazer um pacotão de reforços na janela de transferências. O presidente Alessandro Barcellos determinou que vai investir entre 8 e 9 milhões de euros no mercado e tem a expectativa de contratar pelo menos um zagueiro, um volante, um meia e um centroavante.

Inter define três alvos na janela

O Internacional está mirando três jogadores que podem desembarcar em Porto Alegre no ano que vem: Gregore (Inter Miami), Gustavo Scarpa (Nottingham Forest) e Lucas Alário (Eintracht Frankfurt). O departamento de futebol mantém conversas com os nomes e acredita que pode ter sucesso nas tratativas até o final de janeiro.

“Você tem que olhar para o elenco, para o planejamento. Entender que precisamos de mais do que um ou dois jogadores. Daí é pegar esse valor e fazer ter eficiência. Mas claro, deixar claro que isso não é o suficiente para trazer Cristiano Ronaldo e Messi, mas sim jogadores importantes dentro das necessidades”, afirmou Barcellos.