Inter vai focar na Sul-Americana e terá investidor forte

- Publicidade -

- Publicidade -

O Inter focará na Sul-Americana em 2022. Sem conquistar um título desde 2016, o Colorado encara a competição como uma maneira mais ‘fácil’ de encerrar o jejum e garantir uma vaga na Libertadores. Em reunião, o presidente Alessandro Barcellos disse que esse será o objetivo, e que o clube contará com um investidor para trazer ao menos um grande reforço

Os investidores mais especulados são os empresários Elusmar Maggi e Delcir Sonda. O primeiro é dono de um dos maiores conglomerados agropecuários da América Latina, enquanto o segundo é dono de uma rede de supermercados. Maggi foi o responsável por pagar o valor de R$ 1 milhão para Rodinei entrar em campo contra o Flamengo, em 2022. Sonda é conselheiro e um dos maiores investidores do Inter, trouxe atletas como D’Alessandro e Kléber.

- Publicidade -

Inter vê Sul-Americana como prioridade

Assim como fez em 2008, o desejo do Internacional é conquistar pela segunda vez o torneio da CONMEBOL. Ganhar a competição seria a maneira mais fácil de retornar a Libertadores, além de ganhar também a oportunidade de jogar a Recopa. A Sul-Americana pagará mais nesta temporada, o campeão levará um valor de US$ 5 milhões (R$ 28,6 milhões), que antes era de US$ 4 milhões (R$ 22,9 milhões).

A fase de grupos da Sul-Americana  começa em 6 de abril. Inter, Santos, São Paulo, Ceará, Atlético-GO e Cuiabá aguardam a primeira fase, enquanto as quatro melhores equipes de Colômbia, Venezuela, Bolívia, Chile, Equador, Peru, Paraguai e Uruguai, disputam um lugar na segunda fase.

- Publicidade -

A competição é jogada primeiro em sua fase preliminar, com 16 confrontos. Os vencedores avançam para a fase de grupos, composta por 8 chaves com quatro times cada. Somente o líder de cada grupo avança para o mata-mata, fase em que entram as equipes eliminadas da Libertadores.

Comentários do Facebook

- Publicidade -