Internacional continua com tabu para ser quebrado na Libertadores

O Internacional decepcionou o seu torcedor nesta temporada e não conseguiu a classificação para a próxima Taça Libertadores. O Colorado vai disputar a Copa Sul-Americana, após 8 anos longe da competição.

Com a não ida a Libertadores, o Inter perdeu uma grande oportunidade de quebrar um tabu na história do Clube. O Colorado nunca disputou a competição por 4 anos seguidos.

Com 14 participações na Libertadores em sua história, o Inter jogou por três edições consecutivas entre os anos 2010, 2011 e 2012. Depois, o Colorado jogou nos anos 2019, 2020 e 2021. Ficando em décimo segundo no Brasileirão, o Clube perdeu a oportunidade de jogar por 4 anos seguidos a maior competição do continente.

O Grêmio, maior rival do Inter, conseguiu jogar as últimas seis edições até 2021, sendo a sua maior sequência na história.

Copa Sul-Americana pode render boa grana

Se o Inter vencer a Copa Sul-Americana, o Clube pode ganhar uma premiação aproximadamente dos R$ 36 milhões. Além de garantir uma vaga na Taça Libertadores de 2023, o vencedor da competição terá o direito de jogar contra o vencedor da Copa Libertadores da América de 2022, na Recopa Sul-Americana de 2023.

Participantes Da Copa Sul-Americana 2022

  • Argentina:  Banfield, Defensa y Justicia, Lanús, Independiente + 2 vagas
  • Bolívia:  Jorge Wilstermann, Guabirá + 2 vagas
  • Brasil:  Atlético-GO, Santos, Ceará, Inter, São Paulo e Cuiabá
  • Chile:  Unión La Calera, Unión Española, Deportes Antofagasta e Ñublense
  • Colômbia:  Independiente Medellín + 3 vagas
  • Equador:  9 de Octubre, LDU, Mushuc Runa e Delfín
  • Paraguai:  Nacional-PAR, Guaireña, Sol de América e General Caballero
  • Peru:  Melgar, Cienciano, Sport Boys e Ayacucho
  • Uruguai:  Cerro Largo, Montevideo Wanderers, Liverpool-URU e River Plate-URU
  • Venezuela: Deportivo La Guaira, Estudiantes de Mérida, Metropolitanos e Hermanos Colmenárez

Comentários do Facebook

- Publicidade -