Internacional deve anunciar a saída de Ramírez nas próximas horas

Treinador continua balançando no cargo, agora mais ainda

0

A direção do Internacional fará uma reunião nesta sexta-feira (11) para debater a situação de Miguel Ángel Ramírez. A decisão já está encaminhada e dificilmente será revertida: o espanhol será demitido da equipe. Até existe chance de reversão, mas é bem pequena. A queda na Copa do Brasil deixou a situação insustentável.

De fato, ele não esteve à beira do gramado na derrota por 3×1 para o Vitória. Entretanto, poderia se comunicar por telefone com o auxiliar Martín Anselmi. Aliás, o Inter terminou o jogo sem um atacante de área, tendo em Caio Vidal a única figura de um verdadeiro atacante.

Conforme o UOL Esporte, existem vários motivos para a demissão do treinador:

  • Queda no rendimento;
  • Fragilidade defensiva;
  • Falta de entendimento do esquema de jogo;
  • Ambiente interno do grupo.

Tudo isso somado, faz com que a atual comissão técnica esteja próxima da demissão. A derrota no fim de semana por 5×1 para o Fortaleza abalou as estruturas do Internacional, ainda assim o treinador foi bancado no cargo.

(Foto: Luis Vera/Getty Images

A passagem de Ramírez pelo Internacional

Ramírez foi contratado para mudar o modo de jogar do Internacional e abandonar o futebol reativo que foi implementado alguns anos atrás. Até o momento, não deu certo. Foi algo parecido com a passagem de Tiago Nunes pelo Corinthians.

São 22 jogos pela equipe, com 11 vitórias, quatro empates e sete derrotas. O aproveitamento é de 56%, mas quando enfrenta times de Série A, o rendimento cai bruscamente. O Inter ganhou apenas uma vez nas últimas seis partidas. E nos últimos dois jogos, a defesa foi vazada oito vezes.

Ainda de acordo com o UOL Esporte, Lisca é o nome preferido neste momento. Ele não vive boa fase no América-MG, mas é visto como uma ótima opção. Já trabalhou com o executivo Paulo Bracks e é identificado com o Internacional.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.