Internacional bate o martelo e já sabe o estilo de executivo que deseja

A direção do Internacional está monitorando o mercado em busca de um substituto para Paulo Bracks. O Colorado definiu o perfil de executivo desejado e avalia alguns nomes disponíveis, porém não tem pressa para fechar um acordo.

Demitido na semana passada, Bracks deixou o cargo do Colorado após a derrota para o Globo-RN na primeira fase da Copa do Brasil. A direção está definindo nomes em potenciais desde o ocorrido, porém ainda não tem conversas avançadas com nenhuma pessoa da área.

A ideia do Internacional é contar com algum dirigente que tenha experiência na função, para evitar que aconteça algo semelhante em relação a Paulo Bracks. O executivo tinha pouco tempo como executivo e mostrou alguns defeitos durante a passagem pelo Colorado.

A direção também procura um nome com atuação próxima ao vestiário e que consiga avançar nas contratações com maior agilidade. Todos esses detalhes não faziam parte do perfil de Bracks, que deixou o cargo depois de pouco mais de um ano.

Dirigentes cotados no Internacional

Um dos nomes mais cotados para defender o Internacional é o de Alexandre Mattos, que atualmente ocupa o cargo de CEO do Athletico-PR. O dirigente tem vasta experiência no futebol brasileiro, porém o contrato com a equipe paranaense é um obstáculo para o acordo.

André Zanotta, do Dallas FC (MLS), tem um perfil que agrada e é um dos nomes cogitados. O dirigente tem passagens por Grêmio, Santos e Sport. Felipe Ximenes, ex-Flamengo, Fluminense, Santos, Atlético-MG, Coritiba, também é cotado para o cargo.

“É uma alternativa discutida com o Conselho de Gestão. É uma viabilidade, uma possibilidade, mas não definimos. Temos tempo. Estamos na busca de um executivo. É trabalho concomitante. Tivemos a felicidade de redistribuir temporariamente, mas não deixamos de procurar o executivo”, comentou Papaléo Zin.

Comentários do Facebook

- Publicidade -