Internacional tem Plano B caso não traga Mano Menezes

O Internacional traça estratégia para contratar o substituto de Alexander Medina, demitido no fim da semana passada. Favorito para assumir o cargo, Mano Menezes, tem reunião marcada com a diretoria nesta segunda-feira (18). Caso o treinador e o clube não se acertem, a alternativa para a vaga é Lisca.

Mano é o preferido do coordenador técnico Paulo Autuori. O treinador está em Porto Alegre e está disposto a negociar com o Colorado. Sem clube desde que deixou o Al-Nassr, da Arábia Saudita, os últimos trabalhos dele não são animadores.

No time saudita foram apenas 9 meses à frente da equipe. Depois de 16 jogos, sendo nove vitórias, quatro empates e três derrotas, foi demitido. Anteriormente, no Brasil, as passagens por Palmeiras e Bahia foram igualmente precoces e sem êxito.

O experiente treinador dirigiu o Inter nas categorias de base, no início da carreira, entre 2000 e 2002.

Lisca é o Plano B do Internacional

Se não fechar com Mano, a opção imediata da diretoria colorada é Lisca, que também está sem clube. A última equipe comandada pelo técnico de 49 anos foi o Vasco, pela Série B do ano passado.

O técnico é um nome visto com bons olhos pela direção pelo conhecimento que possui do Beira-Rio. Bisneto e neto de ex-jogadores do Inter, ele começou a carreira comandando os times de base do clube. Além disso, treinou o profissional nas três últimas partidas do Brasileirão 2016, tendo uma vitória, um empate e uma derrota.

A preferência da diretoria neste momento é por um treinador brasileiro devido as últimas experiências com profissionais estrangeiros. Miguel Ángel Ramírez, Diego Aguirre e Alexander Medina treinaram o Clube do Povo sem sucesso entre 2021 e começo deste ano.

Comentários do Facebook

- Publicidade -