Internacional trabalha sem pressa para achar novo vice de futebol

O Internacional está em busca de um novo vice-presidente de futebol desde a saída de Emílio Papaléo Zin, que pediu desligamento no dia 8 de julho. O clube não tem pressa para definir um novo nome e pode continuar sem ninguém no cargo durante os próximos meses.

O único nome que teve consenso nos bastidores para assumir a função foi o de Felipe de Oliveira, atual diretor-geral das categorias de base do clube. Ele recusou o convite e a direção não cogita outra alternativa para entrar no cargo.

A tendência é de que o presidente Alessandro Barcellos siga acumulando as pautas que antes eram encaminhadas para Papaléo Zin. O dirigente está lidando com as situações do vice-presidente de futebol e deve seguir dessa forma durante a temporada.

O Internacional não tem pressa para contratar um substituto para Emílio pois existe o entendimento interno de que o departamento de futebol está profissionalizado. No momento, o Colorado conta com as presenças do executivo William Thomas e do diretor-técnico Paulo Autuori.

No momento, o Clube do Povo só enxerga duas alternativas possíveis: Barcellos continuará acumulando as funções do vice-presidente de futebol ou Felipe de Oliveira será convencido para assumir o cargo.

Prioridade da direção está na janela de transferências

A direção do Internacional está trabalhando forte para trazer reforços na próxima janela de transferências. A prioridade do Colorado é pela contratação de um centroavante que venha para ser a referência de gols da equipe.

O Clube do Povo ainda está de olho nas alternativas em outras posições, como a lateral e a zaga. A direção entende que pode reforçar alguns setores com poucas opções para dar possíveis soluções para o técnico Mano Menezes.

- Publicidade -