Internacional traça planos de contratações para 2022

0

O Internacional já está pensando na próxima temporada e a expectativa é de que os dirigentes não façam tantos gastos. O Colorado deve manter um ritmo de contratações semelhante ao de 2021, só que agora com uma situação financeira mais confortável.

Em 2020, o Clube do Povo teve o pior deficit da história, com um prejuízo de R$ 90 milhões. Alessandro Barcellos assumiu o cargo de presidente do Inter e declarou uma série de iniciativas para lidar com as dívidas.

A folha salarial foi cortada, diversos funcionários foram demitidos e uma meta de R$ 90 milhões com vendas de jogadores foi estipulada (o objetivo está próximo de ser batido).

A tentativa do presidente de diminuir o prejuízo foi um sucesso, mas o Colorado ainda tem algumas dívidas e o objetivo da diretoria é chegar à um patamar financeiro semelhante ao do Atlético-MG, Palmeiras e Flamengo, por isso é necessário cautela para 2022.

Os dirigentes não planejam fazer loucuras financeiras e a folha salarial, que atualmente é de cerca de R$ 8 milhões, não deve extrapolar dos R$ 8,5 milhões.

O Inter vai deixar de gastar cerca de R$ 2 milhões com os jogadores que estão em fim de contrato e provavelmente não vão renovar com o clube. As saídas de Guerrero, Saravia, Lindoso e Lomba já são esperadas e o Colorado deve trabalhar em cima do valor salarial liberado para realizar contratações.

O perfil de contratações do Internacional para 2022

O Clube do Povo deve manter o estilo de vínculos adotado em 2021, contratando jogadores jovens com potencial para venda no futuro, sem realizar gastos com medalhões.

Esse perfil chama a atenção do Colorado pois o salário desse tipo de atleta é menor e a possibilidade de transferência no futuro é maior, fazendo com que a situação financeira do clube melhore.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.