Internacional visitará uma das cidades turísticas do Peru

O Internacional está próximo de entrar mais um desafio pela Copa Sul-America. O Melgar será o adversário dos gaúchos e promete ser uma pedreira, tanto pela campanha na competição quanto pelo retrospecto do time nos últimos anos, que vem se desenvolvendo e se destacando, chegando até à colocar a cidade sede do clube, Arequipa, no mapa do futebol continental.

A cidade, inclusive, já figura entre as mais famosas do Peru, mas em outro aspecto, o turístico. O centro da cidade sede do Melgar, inclusive, foi tombado como patrimônio mundial da humanidade pela Unesco, sendo um destino interessante para os jogadores do Inter durante a passagem no Peru.

Ficando atrás apenas de Lima e Cuzco, Arequipa é o terceiro maior destino turístico do país, que se destaca pela arquitetura fortemente influenciada pela invasão espanhola, que utilizaram aquela região do país para se instalar e avançar sobre a porção meridional da América do Sul.

Na arquitetura local, seja nas casas, catedrais e até mesmo prédios, foram utilizadas pedras brancas, que tiveram origem dos vulcões, frequentes na região e que, em alguns casos, ainda seguem ativos. As construções no material dão uma cor branca ao cenário e mantém a cidade segura nos terremotos.

Além da cidade bonita, Inter visita adversário de peso

O adversário do Colorado pode até ser, de certo modo, desconhecido para a maioria dos torcedores no geral, porém, o time peruano chegará com alguma bagagem para enfrentar o Internacional, depois de ter passado por cima de alguns times mais tradicionais dentro do cenário continental, incluindo alguns campeões na América do Sul.

Até o momento, o Melgar já participou de dez jogos na Sul-Americana, sendo seis vitórias, dois empates e duas derrotas, com 14 gols marcados e oito sofridos. Tendo em vista os campeões que enfrentou, a campanha se torna memorável para o modesto clube peruano.

Comentários do Facebook

- Publicidade -