Internacional viu o copo meio cheio após a derrota para o Atlético-MG

O Internacional preferiu ficar com os pontos positivos da derrota para o Atlético-MG, neste domingo (10). Após o revés por 2 a 0, o técnico Alexander Medina avaliou o desempenho da equipe e se disse otimista com o que foi apresentado no Mineirão. Além disso, nos bastidores há o entendimento de que o trabalho deve seguir.

“Eu sou um otimista. Quando tivermos todo o time à disposição, com variantes e oportunidades, não tenho dúvida que iremos crescer. Já mostramos isso. Saímos com valentia e personalidade para tentar o empate”, disse o treinador em coletiva após a estreia no Brasileirão 2022.

O Colorado fez um primeiro tempo ruim e poderia ter ido para os vestiários com uma desvantagem grande. Na volta do intervalo, demonstrou uma leve melhora. Nos bastidores, o jogo diante do atual campeão brasileiro e uma das equipes mais fortes do continente deu força ao trabalho da comissão técnica.

“Tiramos os pontos positivos que nos animam para aperfeiçoar o trabalho e tomar um melhor rumo no Brasileirão. Não é fácil jogar contra um dos melhores times do Brasil em sua casa. Tivemos bons momentos no jogo e poder de reação”, disse o vice de futebol Emílio Papaléo Zin.

Internacional melhorou no segundo tempo contra o Galo

O início da primeira etapa foi complicado para os comandados de Medina. O time mineiro, com alguns reservas, começou pressionando e poderia ter feito uma diferença maior que 1 a 0 nos primeiros 45 minutos.

No segundo tempo, Cacique Medina tirou Wesley Moraes e colocou Gabriel Mercado, fazendo uma linha de cinco atrás. A equipe melhorou razoavelmente, passou a não sofrer tanto e quase chegou ao empate. Com mais liberdade, Edenilson recebeu de Taison em contra-ataque e quase igualou o marcador.

Entretanto, nos acréscimos, Hulk deu números finais ao jogo, com golaço encobrindo Daniel.

Comentários do Facebook

- Publicidade -