Gesto de jogadores do Internacional mostra que compraram a ideia de Medina

Durante a comemoração do gol da vitória pelo Campeonato Gaúcho, os jogadores do Internacional mostraram que estão com Medina. Na celebração, os titulares se dirigiram ao banco de reservas, abraçaram os suplentes e o treinador uruguaio. Cacique Medina vive um mau momento no Beira-Rio e tem o cargo ameaçado já no início de trabalho.

O Colorado venceu o Aimoré, na noite deste domingo (6), por 1 a 0 pelo Gauchão 2022. Após receber bom passe no entre-linhas do adversário, David marcou o primeiro gol dele com a camisa vermelha. O atacante resolveu arriscar da entrada da área e contou com desvio do zagueiro, que encobriu o goleiro. Na celebração, foi em direção ao treinador.

Esse não foi o primeiro gesto de apoio dos jogadores para com o técnico. Há poucos dias, em pronunciamento em nome do grupo, Victor Cuesta, Mauricio, e o recém contratado Gabriel, assumiram a culpa pela fase ruim do time. Além disso, defenderam o trabalho realizado pelo uruguaio e a comissão técnica.

“Estamos aqui para assumirmos as responsabilidades, sobretudo eu que estou há bastante tempo aqui no Inter. A responsabilidade é totalmente nossa, não tem que culpar treinador, dirigente, nada. A responsabilidade é de nós, jogadores”, disse Cuesta na coletiva.

Alexander Medina começa mal no Internacional

Os primeiros jogos do Colorado na temporada foram marcados pelo desempenho ruim, que culminaram nos resultados abaixo do esperado. A equipe tem dificuldades em todos os setores do campo, e o reflexo disso é um terceiro lugar no estadual e uma eliminação vexatória na primeira fase da Copa do Brasil.

Contra o Aimoré, o treinador, junto a alguns atletas, foi vaiado pelos torcedores em pleno Beira-Rio. Para tentar se reerguer e tomar um rumo diferente na temporada, o Inter tem pela frente um GreNal na próxima rodada.

Comentários do Facebook

- Publicidade -