Johnny é titular dos Estados Unidos pela primeira vez e valoriza o passe

- Publicidade -

- Publicidade -

O volante do Internacional, Johnny, fez a sua estreia como titular da Seleção dos Estados Unidos, no último sábado (18). Em amistoso contra a Bósnia e Herzegovina, o jogador atuou por 63 minutos na vitória americana.

Fora da Data FIFA, as seleções não puderam contar com seus principais jogadores, porém, usaram o duelo para poder observar jogadores cotados para compor o elenco. Filippo Silva, jornalista da Tactical Manager TV, Canal especializado na Seleção dos EUA, falou sobre a partida do volante.

- Publicidade -

— Ele foi bem. Começou de titular, como primeiro volante no 4-3-3, e não foi exigido defensivamente, já que o time da Bósnia não ofereceu perigo. Com a bola, ajudou na construção, conectando a defesa com o meio-campo.

Líder das Eliminatórias na região da Concacaf, os EUA estão muito perto de confirmar a vaga na próxima Copa do Mundo. Johnny usará as últimas 6 rodadas para tentar se firmar entre os convocados. Kelly Acosta, do Colorado Rapids, é o jogador com quem o volante do Internacional disputa posição. As partidas disputadas pela Seleção valorizam o passe do atleta.

— Ele está brigando pela posição de primeiro volante. Não de titular, pois o Adams é absoluto. Mas é um dos potenciais titulares, pois os EUA estão tendo dificuldade nessa posição. Já foram testados Yueill e Acosta, que hoje é a principal opção para a reserva — destacou Filippo.

- Publicidade -

Com 34 jogos com a camisa colorada, 16 como titular, Johnny também busca seu espaço no Internacional.

Comentários do Facebook

- Publicidade -