Jornalista identificado confirma que o Grêmio não tem estádio

O jornalista Farid Germano Filho revelou que o Grêmio rompeu com a Arena, e ficará sem estádio. Identificado com o clube, o comunicador deu a notícia em seu canal no YouTube. A informação, se for concretizada, agrava uma crise interna vivida pelo time desde que foi decretado o terceiro rebaixamento de sua história, no fim do ano passado.

“O Grêmio rompeu com a Arena. Eu vou buscar mais detalhes nos próximos dias de como aconteceu isso. Só que isso pode trazer muita dor de cabeça para o clube. Aliás está trazendo internamente”, disse Farid.

Como dito pelo próprio comunicador, ele trará mais informações em breve. Enquanto isso, possíveis motivos para esse rompimento são levantados. Um deles seria um desentendimento da diretoria do clube com a empresa que administra a Arena. A razão seria o alto preço cobrado pelos ingressos do Gauchão 2022.

Recentemente, a torcida cobrou o presidente Romildo Bolzan por conta do preço abusivo das entradas, reivindicando um preço mais justo para acompanhar o time nos jogos em casa.

Jornalista estaria certo, e o Grêmio ficaria sem estádio?

É de conhecimento público que o clube não é gestor de “sua casa”. A Arena Porto-Alegrense é a empresa responsável pela administração. A empresa foi criada pela OAS, construtora encarregada pela construção. O Tricolor tem participação na SPE (Sociedade de Propósito Específico), mas não é o gestor.

A relação entre o clube e a empresa não é das melhores e, por isso, a direção poderia ter decidido por romper as relações.

A reclamação do torcedor é que não há diálogo possível com os gestores da Arena. É alegado por eles que ficam em segundo plano em relação ao lucro buscado pela empresa.

Comentários do Facebook

- Publicidade -