Jornalista diz que Mano Menezes cortou poderes de Taison no Inter

O jornalista Sergio Boaz, da Rádio Bandeirantes, revelou que o meia-atacante Taison era o dono do vestiário do Internacional, porém a situação foi resolvida. O técnico Mano Menezes conversou com o jogador e acabou com os poderes dele.

“Ele tava tomando conta do vestiário do Internacional, mas tomando conta… o Mano se deu conta, chamou o Taison e ‘ó’ (fazendo o sinal com as mãos, como se tivesse cortado algo). Um líder negativo não da, né?”, afirmou o jornalista.

Taison retornou ao Colorado na temporada passada e rapidamente se adaptou ao grupo de jogadores. O atleta de 34 anos aparecia como uma das principais peças do elenco em 2021 e conseguiu ganhar respeito nos bastidores.

Em 2022, o meia-atacante apresentou uma queda no rendimento e teve várias lesões constatadas, porém seguiu como um dos líderes do elenco. O técnico Mano Menezes cortou os privilégios do jogador e a relação com os outros atletas.

Taison ainda tem contrato com o Internacional até junho de 2023 e não deve rescindir o vínculo. O atleta tem um dos salários mais altos do elenco e está no banco de reservas, porém deve seguir no time de Mano Menezes.

Taison esteve envolvido na greve do Inter

Parte dos jogadores do Internacional realizaram greve e abandonaram o treinamento no início de junho. Os atletas afirmam que só iriam retornar aos treinos quando os vencimentos atrasados de direito de imagem forem acertados.

Segundo o jornalista JB Filho, o grupo de jogadores é liderado pelo meia-atacante Taison, que está ao lado de atletas experientes no protesto. Enquanto isso, atletas mais jovens e Wesley Moraes tinham interesse em treinar, porém foram impedidos.

Apesar dos ocorridos, a situação foi resolvida nos bastidores com uma reunião entre a direção e os jogadores.

Comentários do Facebook

- Publicidade -