Kaique Rocha projeta jogo do Inter no sintético do Furacão

O Internacional está em preparação para enfrentar o Athletico-PR e a grama sintética é uma das maiores preocupações do clube. Os dois times jogam neste sábado (16), às 16h30, na Arena da Baixada pela 17° rodada do Brasileirão.

O zagueiro Kaique Rocha concedeu entrevista para as redes sociais do Internacional e projetou a partida contra os paranaenses. O atleta explicou a ausência de alguns jogadores e o rodízio que está sendo realizado por Mano Menezes.

“Infelizmente, tivemos alguns jogadores lesionados. Então, perante a isso, creio que ele (Mano) possa estar dando mais um rodízio para a equipe, para não ter novos jogadores lesionados. E creio que quem for para o jogo, pode ter certeza de que vai estar bem”, afirmou o defensor.

O gramado sintético foi um dos motivos que deixou Rodrigo Moledo fora da partida. A comissão técnica optou por poupar o jogador para que ele não tenha tanto desgaste. Kaique Rocha falou sobre o fator que pode ser positivo para o Athletico-PR.

“A diferença é grande, mas temos que nos adaptar o mais rápido possível. Já buscar no aquecimento, ver o quique da bola, como ela corre, porque a gente sabe que é um gramado mais rápido. É um pouco diferente, mas a gente tem que ir, independentemente de qualquer coisa, em busca da vitória”, salientou o atleta.

A disputa por uma vaga na zaga do Internacional

O Internacional conta com quatro zagueiros no elenco – Vitão, Mercado, Kaique e Moledo – e a disputa entre os jogadores é forte. O técnico Mano Menezes vai dar rodízio para todos esses jogadores e a situação deve ser mantida durante a maratona de jogos.

“São quatro defensores de alto nível. Então, quem ganha com isso é o Internacional. Vamos lutar sempre para que a gente não tome gols e é um grande aprendizado, tanto para mim como para o Vitão. Nós já tivemos passagem pela Europa, mas aprender com o Moledo e Mercado é importante para o nosso futuro”, destacou Kaique.

Comentários do Facebook

- Publicidade -