Lisca pede demissão e pressiona diretoria do Internacional por contratação

0

Se a multa rescisória de Lisca no América-MG poderia ser considerado um impeditivo ao Internacional, isso não está mais valendo. Com sete derrotas em sequência e a lanterna do Campeonato Brasileiro, Lisca pediu demissão e deixou o comando técnico do coelho. Agora, se fortalece como candidato a técnico do Inter.

Lisca deixa o América-MG com um retrospecto de 81 jogos, 40 vitórias, 27 empates e 14 derrotas, somando um aproveitamento de 60,4%. O técnico gaúcho comandava o clube mineiro desde 30 de janeiro de 2020.

Lisca no Internacional

Um dos favoritos da torcida, Lisca agora aumenta a pressão na diretoria do colorado. A multa rescisória estipulada em R$ 400 mil já não era considerada impeditivo, porém desagravada os dirigentes.

Enquanto nomes como Marco Silva e Diego Aguirre geram críticas da torcida, por serem estrangeiros (fator considerado decisivo por parte da torcida e da mídia), Lisca surge como uma “opção caseira”, por conhecer bem o Internacional e o futebol brasileiro.

Lisca é auxiliado também por um ex-colorado. O volante Márcio Hahn iniciou a carreira no Inter, além de rodar por clubes da Série B.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.