Mano detona a arbitragem de Ramon Abatti Abel no jogo do Inter

O Internacional empatou mais uma no Brasileirão. Agora, o time de Mano Menezes soma quatro empates seguidos. O grande problema do Inter persiste: as finalizações, o gol. Contra o Cuiabá neste sábado (21), o colorado só chegou ao gol graças a um pênalti que terminou com a expulsão do adversário. Mesmo assim, o técnico do Inter não economizou nas críticas à arbitragem de Ramon Abatti Abel.

“Eu não gosto muito de falar de arbitragem. Eu acho que quando o árbitro é ruim, tudo fica ruim. E este árbitro provoca os ânimos. Eles jamais conversa, ele enfrenta o atleta. Então o jogo fica deste jeito. Não aconteceram lances no jogo em si que levado o jogo a isto. O jogo era fácil de ser levado, tenho certeza que com um bom árbitro teria sido um melhor jogo”, disse Mano depois da partida.

A partida teve muita confusão e chegou a ser parada duas vezes com empurra, empurra entre os atletas. A consequência disso foi a distribuição de cartões para todos os lados. Só no Internacional foram 7 amarelados: Wanderson, Mercado, Moisés, Pedro Henrique, Carlos De Pena, Wesley Moraes e Keiller. Nem quem estava no banco escapou.

O Cuiabá teve dois vermelhos: um para João Luca, que acarretou no pênalti que ajudou o Inter a empatar a partida. E também para Rafael Gava que estava no banco de reservas. O único amarelado no time deles foi Alan Empereuer.

Comentários do Facebook

- Publicidade -