Mano Menezes não queria demissão de Pavan, afirma jornalista

Após a demissão de Daniel Pavan diversas informações surgiram a respeito do motivo da decisão. Contudo, o jornalista Fabiano Baldasso informou no programa Donos da Bola, que Mano Menezes não teve participação no ato. Além disso, Baldasso afirmou que a escolha foi unicamente política e orquestrada por Alessandro Barcellos.

O debate surgiu após a tese de Ribeiro Neto, que apontou a o motivo da demissão a possível renovação de Mano Menezes. Com isso, o comandante possui o desejo de integrar seus escolhidos para compor os setores do clube.

Contudo, Baldasso discordou do comentarista e afirmou que recebeu à informação ainda na tarde da segunda-feira (25) de que a escolha não passou pelo treinador e acabou sendo totalmente decidida de forma política.

“Precisamos falar sobre isso para não estabelecerem opiniões erradas. Mano Menezes tinha uma boa relação com Pavan e não queria a demissão. A decisão foi extremamente política e comandada por Alessandro Barcellos, o que é uma vergonha”, ressaltou Baldasso.

Baldasso se indignou com a demissão de Daniel Pavan:

Além de informar o motivo da demissão, o jornalista repudiou a decisão de Barcellos. Para Baldasso, o Inter novamente mandou embora mais um dos grandes profissionais do país, algo recorrente na gestão de Barcellos.

Após à saída de Pavan, o Portal do Colorado entrou em contato com William Thomas para apurar informações, mas o diretor-executivo optou por não se manifestar.

Comentários do Facebook

- Publicidade -