Mano Menezes não se cala sobre barca de saídas do Internacional

O Internacional está trabalhando na reestruturação parcial do elenco e alguns jogadores deixaram o clube nas últimas semanas. Atletas como Heitor, Moisés, Wesley Moraes e Bruno Gomes foram transferidos para permitir a chegada de novas peças.

O técnico Mano Menezes falou sobre essas mudanças no grupo de jogadores após a derrota por 2 a 1 para o Palmeiras, no último domingo (24). O comandante destacou que essa foi a melhor opção a ser tomada na janela de transferências.

“Nós sabíamos o que tínhamos de fazer. Tínhamos de tirar alguns jogadores do elenco. A partir disso, abrimos a possibilidade de fazer a segunda parte, que é a chegada de jogadores que podem dar mais opções. Todos no clube estão trabalhando para isso. A direção também”, afirmou o treinador.

O Colorado segue em busca de opções e está disposto a liberar mais alguns jogadores do elenco, como o meio-campista Gabriel Boschilia. A direção quer se livrar dos atletas que estão sendo pouco utilizados para substituir por outras alternativas.

A maior prioridade do Internacional é contratar um centroavante que, em teoria, vai cobrir a saída de Wesley Moraes, que foi transferido ao Levante, da Espanha. O Colorado está disposto a investir um grande valor em um atleta que venha para ser a referência de gols da equipe.

Caio Vidal teve lesão e pode deixar o Inter

O atacante Caio Vidal sofreu a lesão na última quinta-feira (21), quando sofreu um carrinho durante o treinamento no CT Parque Gigante. O atleta precisou deixar o treino carregado e ficou sob os cuidados do departamento médico.

A assessoria de imprensa do Internacional informou que ele teve uma entorse no tornozelo esquerdo e está afastado dos gramados por pelo menos sete dias. Fora de campo, o atleta pode ser transferido nas próximas semanas.

Caio Vidal é enxergado como alternativa para deixar o Internacional. A direção vê a possibilidade com bons olhos, porém o ponta faz jogo duro e recusou todas as propostas que chegaram nos últimos meses.

Comentários do Facebook

- Publicidade -