Mano Menezes quase causou a demissão de Abel Braga em 2006

Adversários na próxima rodada do Brasileirão, Mano Menezes e Abel Braga já travaram vários duelos durante a carreira. O mais importante deles foi em 2006, durante a final do Campeonato Gaúcho, quando estavam respectivamente no comando de Grêmio e Internacional.

O jogo de ida foi 0 a 0 no Olímpico e a volta 1 a 1 no Beira-Rio. O Grêmio de Mano Menezes acabou ganhando pelo critério de gol fora de casa. Na época, o desempenho do Internacional foi duramente criticado e Abel Braga correu risco de perder o cargo.

Presidente do Internacional em 2006, Fernando Carvalho explicou, em entrevista ao Craque Cast, alguns fatores que foram levados em conta durante o vice-campeonato do Colorado.

“Nós entramos com um time completamente aberto, com Tinga e Fabinho de volantes. Jogamos com Mossoró, Fernandão, Michel e Iarley, quatro jogadores de frente e um meia. Era o pior Grêmio da década e conseguiu empatar conosco, com gol do Pedro Junior que acabou levando ao título”, revelou o ex-presidente.

Apesar do desempenho apresentado pelo Colorado, houve uma conversa entre a direção e Abel Braga para dar continuidade ao trabalho. Foi definido que Abel continuaria no cargo e pouco tempo depois ele conquistou o Mundial de Clubes.

“Era um time do Mano Menezes, que jogava com dois laterais. E aí, terminou o jogo e todo mundo achou que ele ia ser demitido. Nós sentamos para conversar e fizemos uma revisão de tudo o que tinha sido feito e a coisa se encaminhou. Foi o maior treinador da história do Inter a partir dali”, afirmou Fernando Carvalho.

Mano Menezes e Abel Braga se enfrentam novamente

O técnico Mano Menezes vai travar um confronto com Abel Braga em mais uma oportunidade. O Internacional enfrenta o Fluminense, neste sábado (23), às 19h, no Estádio Maracanã, em partida válida pela terceira rodada do Brasileirão.

Comentários do Facebook

- Publicidade -