Mano Menezes tenta reconstruir sua carreira no Internacional

Novo treinador do Internacional, Mano Menezes tenta retomar os rumos da carreira neste novo desafio. O técnico que chegou a seleção brasileira em 2010, teve desempenhos ruins e trabalhos curtos pelos últimos times que passou. O momento do profissional coincide com o do clube, que também deseja se reencontrar com as conquistas.

Um dos principais técnicos brasileiros do século, Mano esteve no Beira-Rio na década de 1990. Naquela época, iniciando na função, ele treinava o time de base do Colorado. Depois dos primeiros passos, começou a trajetória vitoriosa no futebol.

Os primeiros grandes trabalhos dele foram no comando de Grêmio e Corinthians. Com o time gaúcho foi finalista da Libertadores de 2007. Na equipe paulista, foi campeão da Copa do Brasil de 2009. Em ambos os trabalhos conduziu os times de volta à Série A do Brasileirão.

Já consolidado no futebol brasileiro, chegou à seleção brasileira e treinou um grande time do Cruzeiro, entre 2016 e 2019. Na Raposa, foi bicampeão da Copa do Brasil em 2017 e 2018.

Últimos trabalhos de Mano Menezes

Apesar da trajetória vitoriosa na carreira, o técnico vem de uma sequência de trabalhos ruins na carreira. O desempenho ruim começou justamente no Cruzeiro, em 2018, quando foi um dos comandantes no ano do rebaixamento do clube mineiro.

Depois, Mano Menezes assumiu o Palmeiras, que havia demitido Felipão. Com a missão de brigar pelo Brasileirão, ele deixou a equipe paulista após 20 jogos e 60% de aproveitamento. Embora os resultados não tenham sido ruins, a sequência final de cinco jogos sem vencer e o desempenho ruim do time pesaram na demissão dele.

Na sequência, ele assumiu o Bahia. em três meses, teve sete vitórias em 21 jogos. Um aproveitamento de apenas 34,9%.

Por último, Mano teve uma curta pelo Al Nassr, da Arábia Saudita. Por lá, comandou a equipe em apenas 16 partidas e teve o contrato rescindido em setembro do ano passado.

Comentários do Facebook

- Publicidade -