Medina montou uma máquina de passar vergonha no Internacional

Depois de ser eliminado da Copa do Brasil contra o Globo, do Rio Grande do Norte, de perder por 3 a 0 em casa para o Grêmio, o Colorado escapou de perder no Beira-Rio para o Guaireña. Esse time paraguaio tem 6 anos de vida e ganhou do Inter por boa parte do jogo.

O técnico Cacique Medina, com mais de 100 dias de trabalho, conseguiu fazer o time ficar pior do que era com Diego Aguirre. A equipe joga bem menos do que quando Miguel Ángel Ramírez era o treinador. A justificativa é de que ainda não tem as peças que gostaria para fazer o time jogar.

Com todo respeito ao Guaireña, mas com os jogadores disponíveis nesta quinta-feira (14), era para o Colorado ganhar com o pé nas costas. O time de Medina continua sem ter nada: não há jogadas ofensivas, os atacantes chutam mal e a defesa é uma peneira, em quase todos os jogos tem gol sofrido.

No domingo (17) é a vez do Inter jogar contra o Fortaleza e tudo indica que o torcedor colorado ficará triste de novo. Embora os cearenses venham de três derrotas seguidas, jogaram bem contra o River Plate e devem dar trabalho. O rebaixamento assombra cada vez mais e tá ruim de ver o time jogar sem ficar irritado.

Comentários do Facebook

- Publicidade -