Saudades do ex? Medina começa pior do que Ramírez no Internacional

O começo de trabalho de Alexander Medina no Beira-Rio é refletido no desempenho da equipe e nos números. A equipe treinada pelo uruguaio começa a temporada de maneira pior que a de Miguel Ángel Ramírez. Em oito rodadas do estadual, o Colorado ganhou três partidas, empatou outras três e perdeu duas em 2022.

Já o espanhol venceu cinco, empatou duas vezes e perdeu apenas um nos oito primeiros jogos à frente do Colorado. Uma aposta da diretoria, ele acabou não dando certo no cargo, e foi demitido com poucas partidas jogadas.

O atual treinador do Clube do Povo apresenta dificuldades neste começo de ano. O desempenho da equipe não empolga o torcedor, que vaiou os jogadores no empate com o Novo Hamburgo, em casa. Algumas peças são alvo das críticas da torcida.

Cacique Medina começa a ser questionado no Internacional

“Eu estou convencido que o problema está aqui dentro e a solução também está aqui dentro. Vamos trabalhar para tirar esse passado para remobilizar de olho em um clássico importante onde a gente precisa da vitória”, declarou o presidente Alessandro Barcelos.

As constantes falhas defensivas e a falta de criatividade no ataque, marcam o início de ano do Colorado. Os problemas são os mesmos apresentados nas oito rodadas do Campeonato Gaúcho.

Dessa forma, a insatisfação da torcida e dos críticos parece ter tido efeito nos bastidores do clube. Após o empate diante do Brasil de Pelotas, a direção chamou o treinador para uma reunião na última semana. O intuito da conversa foi questionar algumas escolhas duvidosas que o técnico tem feito.

Testes e improvisações tem feito parte das escalações do uruguaio neste começo de ano. As invenções do treinador têm incomodado os torcedores.

Comentários do Facebook

- Publicidade -