Portal do colorado
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

Melhor meia do Brasil confirma que vai jogar no Inter em 2024

O meia-atacante Alan Patrick confirmou que será jogador do Internacional na próxima temporada. Em comunicado nas redes sociais, o profissional agradeceu aos torcedores pelo ano de 2023 e afirmou que mantém o foco para o ano que vem. Desta forma, o atleta deu a entender que não será vinculado em outra equipe na janela de transferências.

“Obrigado à Nação Colorada pelo apoio durante essa temporada.. Foram muitas emoções vividas juntos e também considero um ano de construção de trabalho e muitos aprendizados que fortalecem ainda mais um grupo forte como o nosso e que, juntos, poderemos conquistar troféus no próximo ano!”, escreveu Alan Patrick.

Apesar da temporada decepcionante, o atleta afirmou que o Internacional tem todas as condições para brigar por títulos na próxima temporada. “Com certeza em 2024 voltaremos mais fortes e confiantes para buscarmos os nossos objetivos! Obrigado a todos os funcionários e todo o staff do nosso clube por todo o suporte!”, finalizou Alan.

O profissional segue em contrato com o Colorado até 2025. Apesar do vínculo em atividade, o Internacional está ciente de que o meio-campista despertou o interesse de diversas equipes do futebol brasileiro. Por conta disso, a direção demonstra interesse na renovação do acordo com Alan Patrick e deve se reunir para definir a situação nos próximos dias.

Mano Menezes pode comprar meia do Internacional

O técnico Mano Menezes demonstra interesse na contratação do meia-atacante Alan Patrick. O velho conhecido do Colorado é o novo treinador do Corinthians e está fazendo parte da equipe de prospecção de atletas para desembarcar em São Paulo na próxima temporada. Aliado a isso, ele citou vontade de contar com os serviços do meio-campista.

No entanto, apesar da possibilidade, é pouco provável que Alan Patrick seja transferido. O meia-atacante está satisfeito em Porto Alegre e não deve realizar a movimentação para defender o Corinthians. Além disso, a equipe paulista não tem dinheiro suficiente para pagar o valor da multa estipulado em contrato.