Melhores jogadores revelados pelo Inter no século 21

0

O Inter é um dos maiores celeiros do futebol brasileiro e isso ficou muito claro nos últimos anos. No século XXI, diversos destaques surgiram na base do Clube do Povo e brilharam ao redor do mundo. Confira a seleção com os melhores jogadores revelados pelo Colorado desde 2001:

Alisson: O goleiro surgiu no Inter em 2013 e no ano seguinte assumiu a titularidade no lugar de Dida. Só saiu do clube em 2016, quando foi transferido para a Roma, da Itália, por 8 milhões de euros.

Começou a ser convocado para a Seleção Brasileira e chamou a atenção do Liverpool, sendo envolvido em uma das transferências de goleiro mais caras da história, por 62,5 milhões de euros.

Na Inglaterra, Alisson foi eleito o melhor goleiro do mundo pela Bola de Ouro da France Football em 2019 e campeão da Champions League e da Premier League.

William: O lateral-direito foi revelado em 2015 e começou a ser utilizado com frequência por Diego Aguirre. A titularidade foi mantida até mesmo depois da saída do treinador. Dois anos depois, perdeu a titularidade pois revelou o desejo de ir para o Wolfsburg e foi afastado pelos dirigentes.

Na Alemanha, William era titular, mas perdeu espaço após uma lesão grave no ligamento cruzado do joelho em 2020. Foi emprestado e jogou no Schalke durante o primeiro semestre de 2021, mas retornou ao Wolfsburg e continua no banco de reservas.

Sidnei: Foi revelado pelo Inter em 2007 e rapidamente chamou a atenção do futebol europeu. Foi vendido para o Benfica um ano e meio depois por 7 milhões de euros.

Sem muito destaque no futebol português, foi emprestado para Besiktas, Espanyol e Deportivo La Coruña. No último clube, Sidnei se destacou e foi contratado em definitivo pela equipe.

Depois de três anos, foi vendido para o Real Betis, onde viveu o auge da carreira e jogou até outubro de 2021. Atualmente, Sidnei está sem clube e projeta entrar em uma nova equipe na próxima janela de transferências.

Juan Jesus: Subiu para os profissionais do Inter em 2010 e conquistou os títulos da Copa Sul-Americana e Recopa Sul-Americana. Chamou a atenção da Inter de Milão em 2012 e foi vendido.

Viveu altos e baixos na Itália, e acabou sendo emprestado para a Roma em um negócio envolvendo 2 milhões de euros. A equipe gostou do desempenho do atleta e adquiriu em definitivo por mais 8 milhões de euros.

O contrato no clube chegou ao fim e Juan fechou com a Napoli na última janela de transferências. Até o momento, jogou apenas duas partidas na temporada.

Chiquinho: O lateral-esquerdo foi um dos destaques no clube logo no ano em que foi revelado, em 2002, porém a carreira foi interrompida após uma grave doença neurológica.

O problema foi deixado pra trás e o jogador retornou aos gramados em 2004, ano em que viveu a melhor temporada com a camisa do Colorado.

O jogador rodou por diversos clubes do futebol brasileiro, mas nunca apresentou o futebol que viveu na época em que jogou no Inter. Encerrou a carreira em 2017, aos 34 anos.

Sandro: Foi revelado pelo Inter em 2008 e conquistou os títulos da Libertadores e Sul-Americana. Recebeu propostas do futebol europeu e fechou com o Tottenham.

Não conseguiu se destacar no clube e rodou por diversas equipes do continente: Queens Park Rangers, West Bromwich, Antalyaspor, Benevento, Genoa e Udinese.

Retornou ao Brasil e vestiu a camisa do Goiás, mas ficou por apenas um ano no clube e fechou com o Belenenses, de Portugal.

Fred: O meia surgiu nos profissionais do Inter em 2012 e foi contratado pelo Shakhtar Donetsk um ano depois por 15 milhões de euros.

Vestiu a camisa do clube ucraniano por cinco anos e se tornou um dos melhores jogadores da liga do país. Conquistou convocações para a Seleção Brasileira durante a passagem e o Manchester United decidiu contratar o atleta por 59 milhões de euros.

Fred teve um início discreto pelo clube, mas assumiu a titularidade nas últimas temporadas e virou um dos maiores destaques da Premier League.

Daniel Carvalho: O jogador foi revelado pelo Inter em 2001 e virou um dos principais jogadores da equipe em 2003, quando foi um dos maiores destaques do Colorado na disputa do Campeonato Brasileiro.

Daniel foi vendido para o CSKA por 4,2 milhões de euros e quatro anos depois retornou ao Clube do Povo por empréstimo, mas não teve o mesmo destaque e começou a rodar pelo futebol do exterior e depois por equipes brasileiras. Anunciou a aposentadoria em 2018.

Nilmar: O atacante teve um bom início no Colorado em 2002 e dois anos depois foi vendido para o Lyon, mas teve pouco espaço no clube e retornou ao futebol brasileiro no Corinthians, onde foi Campeão Brasileiro.

Fechou com o Inter em 2007 e teve mais uma passagem de sucesso pelo clube, até ser vendido para o Villarreal. Nilmar viveu altos e baixos na equipe, e acabou sendo comprado pelo Al-Rayyan (10 milhões de euros) e depois pelo Al-Jaish (8 milhões de euros).

Alguns anos depois, retornou para o Colorado, mas ficou no clube por menos de um ano. Fechou com o Al Nasr, dos Emirados Árabes, e logo em seguida foi transferido para o Santos, onde encerrou a carreira após um episódio de depressão.

Alexandre Pato: O centroavante surgiu em 2006 e passou a ser tratado como uma das maiores promessas do futebol brasileiro. Virou rapidamente um dos melhores jogadores do clube e foi titular na conquista do título do Mundial de Clubes de 2006.

Foi transferido para o Milan em agosto de 2007, por 24 milhões de euros, e virou um dos melhores atacantes do mundo, com ótimos números na Itália.

Perdeu espaço no clube na temporada 2012-13, após enfrentar uma série de lesões, e foi contratado pelo Corinthians, porém não apresentou o mesmo futebol de antigamente e foi emprestado para diversos clubes. Ao fim do contrato, teve passagens discretas por Villarreal, Quanjian e São Paulo, até fechar com o Orlando City, que é o clube que ele defende atualmente.

Rafael Sobis: O atacante foi revelado em 2004 e sempre foi marcado por ser um jogador decisivo, já que marcou dois gols na final da Libertadores contra o São Paulo.

Teve passagens pelo exterior e retornou ao Colorado em 2010, e novamente anotou gol na final da Libertadores, que dessa vez foi disputada contra o Chivas Guadalajara.

O atleta nunca teve grande destaque fora do país e ao longo da carreira rodou por vários clubes do Brasil e do exterior. Atualmente joga pelo Cruzeiro, na disputa da Série B.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.