Esse foi o motivo que fez Mercado ser titular no Inter

O zagueiro Gabriel Mercado foi titular na lateral-esquerda do Internacional na partida contra o 9 de Octubre. Segundo Alexander Medina, a escalação do argentino entre os 11 iniciais foi por conta da preocupação com a bola aérea do adversário. Os gols, no entanto, mostraram que a mudança não surtiu efeito.

“A posição de Gabriel (Mercado) era para dar fortaleza física ao time. O rival usa muito o jogo aéreo, fez muitos gols assim. Quisemos ganhar alguns centímetros. A ideia era ter a linha de três na saída para ter amplitude pelos lados e poder jogar na entrelinha”, revelou o treinador na coletiva pós-jogo.

Foi justamente pelo jogo aéreo que o 9 de Octubre chegou ao empate. Em duas bolas alçadas na área colorada, os equatorianos balançaram as redes para igualar o marcador. Além de Mercado, o treinador fez outras mudanças na equipe, antes e durante o jogo.

“Postamos um meio com Edenilson, Gabriel e Liziero, dois extremas (Mauricio e Taison) e um centroavante (Wesley Moraes). No segundo tempo mudamos o esquema (do 4-1-4-1 para o 4-2-3-1) porque precisávamos fazer alguns ajustes”, complementou o uruguaio.

Mercado na lateral e treino de bola parada e finalização

Antes da estreia na Sul-Americana, o Colorado teve aproximadamente duas semanas para treinar. O foco das atividades foram a bola parada e as finalizações.

Para o jogo contra o 9 de Octubre, portanto, o treinador resolveu entrar com Mercado, entre outras razões, por conta da bola aérea. Foi justamente essa arma utilizada com sucesso pelo adversário para empatar a partida. O segundo gol, inclusive, foi em cima do argentino.

Por outro lado, a equipe continua com dificuldades para criar. O Colorado finalizou menos e acertou menos o gol que o rival. Foram 11 finalizações no gol contra 16; e 6 no gol, contra 9.

Comentários do Facebook

- Publicidade -