Moisés tem dúvidas sobre trocar o Inter pela Rússia e guerra é avaliada

O lateral Moisés vem tendo sua saída especulada do time, o que foi incentivado após declarações do próprio jogador confirmando uma negociação. Porém, um problema ainda pode desanimar o atleta para uma saída do time, e seria em relação ao destino.

Moisés concedeu entrevista e admitiu que tem negócios em andamento com o CSKA Moscow. O clube russo monitora a situação do lateral há cerca de três dias e já realizou uma investida. Mas, pode ser que o país do possível destino acabe atrapalhando a negociação.

Tendo em vista a guerra entre Rússia e Ucrânia, o lateral teria que lidar com a situação in loco. Mesmo que os ataques venham acontecendo no outro país, a Rússia também não vem sendo um dos destinos preferidos dos jogadores, além de estar sofrendo uma debandada. Além disso, clubes do país estão proibidos de jogas torneios continentais.

O Inter inclusive fechou a contratação de Wanderson vindo de lá. Além disso, da Ucrânia, o Colorado acabou recebendo ainda mais reforços. De Pena, Vitão e Alan Patrick fecharam com o time gaúcho após terem suas saídas liberadas por empréstimo pela Fifa.

Inter ainda não definiu moldes da negociação

Questionado sobre o interesse russo, Moisés admitiu que às especulações eram verdadeiras e afirmou que a decisão está sendo analisada junto ao seu agente. Porém, os moldes das negociações entre o Inter e o clube russo ainda estão sem definição.

Um novo rumor surgiu na manhã desse domingo, em que o jornalista Fábio Aleixo revelou a possibilidade do time da capital russa envolver um atacante na negociação. Trata-se de Adolfo Gaich, argentino que se destacou no San Lorenzo e foi vendido ao CSKA.

Depois de não se firmar no clube russo, Gaich acabou sendo emprestado para o Benevento, da Itália, como também, para o Huesca, da Espanha. Desse modo, o atacante poderá fazer parte da negociação pelo lateral.

Comentários do Facebook

- Publicidade -