“Não faz a menor diferença”, rebate presidente do Inter contra dirigente rival

- Publicidade -

- Publicidade -

O presidente do Internacional, Alessandro Barcellos, preferiu não entrar em polêmicas antes do GreNal 434. Em entrevista à Rádio Bandeirantes, o dirigente não rebateu o comentário de Sérgio Vasquez, diretor de futebol do Grêmio, que disse o seguinte:

“Têm clubes aí que estão muito bem, mas que não ganham nada há muito tempo porque têm jogadores que não são acostumados a levantar taça. Tem clube muito perto aí com jogadores que não estão acostumados a levantar taça”, comentou Vasquez.

- Publicidade -

O dirigente disse que nos últimos anos não faltou sangue nos olhos dos jogadores e que no jogo deste sábado (6) não será diferente. Citou ainda que historicamente o colorado está na frente na soma de vitórias, embora recentemente o Grêmio venha levando a melhor nos jogos entre as equipes.

“Não sei se foi direcionada ao Internacional, o Internacional tem uma história de títulos. É bicampeão da Libertadores, tricampeão Brasileiro, campeão da Copa do Brasil, é o clube que mais venceu o Campeonato Gaúcho. É um clube acostumado a levantar taças pesadas. Não vejo como algo direto ao clube, ele que explique melhor o que quis dizer, pra nós não faz a menor diferença“, afirmou.

- Publicidade -

Presidente fugiu do favoritismo

O presidente Alessandro Barcellos preferiu deixar o favoritismo de lado. Conforme o mandatário, os dois clubes sempre entram em capo com a obrigação de bater o maior rival e nesse caso não é diferente.

Contudo, sabe que é fundamental faturar os 3 pontos para subir na tabela. Em momento algum ele deu alguma declaração forte, até para não colocar combustível e motivar os rivais.

Uma derrota gremista combinada a vitórias de Bahia, Santos e Athletico-PR deixará o rival a 10 pontos do último fora do Z4, faltando nove jogos para eles.

Comentários do Facebook

- Publicidade -

8 técnicos para comandar o Internacional em 2022