Portal do colorado
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

Negociação não deu certo e substituto de Borré foi contratado

O Inter fechou a contratação do atacante Rafael Borré. Desta forma, o Werder Bremen, da Alemanha, falhou nas tratativas para manter o jogador e começou a procurar por outras alternativas no mercado. Aliado a isso, o time do futebol alemão acertou a chegada de um profissional que pode aumentar a perspectiva de liberação antecipada do colombiano.

Trata-se do norueguês Isak Hansen-Aaroen, de 19 anos, que pertence ao Manchester United. O jogador atua como meia e atacante. Ele decidiu migrar para o futebol alemão por conta da falta de espaço no clube inglês. O atleta foi anunciado oficialmente pelo Werder Bremen na tarde de quinta-feira (1), nas últimas horas da janela alemã.

Por conta da chegada de Isak, Rafael Borré deve perder ainda mais espaço no Werder Bremen. Desde o anúncio oficial do acerto com o Inter, o atacante deixou a titularidade do time e ainda viu o crescimento dos jovens Justin Njinmah, 23 anos, e Nick Woltemade, 21 anos, que fizeram boas atuações e formam dupla de ataque no time de Ole Werner.

Mesmo com a situação, é improvável que o Werder acerte a liberação de Borré de forma imediata. A questão só deve ocorrer quando o time alemão encaminhar a permanência na Bundesliga. Após vencer o Bayern de Munique e Freiburg nas duas últimas rodadas, o clube chegou aos 23 pontos e alcançou a nona colocação no campeonato.

Rafael Borré pode deixar o Werder Bremen?

O Werder Bremen abriu 11 pontos de distância da zona de rebaixamento, porém terá uma sequência importante nas três próximas rodadas, já que enfrentará todos os times que hoje cairiam para segunda divisão: Mainz, Colônia e Darmstadt. A sequência ocorrerá entre o próximo sábado (3) e o dia 24 de fevereiro – 12 dias antes do fechamento da janela no Brasil.

Caso os resultados sejam bons contra os adversários diretos, a expectativa é de que o Werder Bremen fique sem pretensões na Bundesliga entre março e maio. Desta forma, a liberação do atacante Rafael Borré seria considerada pelos dirigentes.