Ficamos sem palavras com o salário de Galvão Bueno em sua última Copa do Mundo

Após 41 anos de serviços para a Rede Globo, o narrador Galvão Bueno anunciou no início do ano que está se despedindo da emissora. O locutor afirmou que a Copa do Mundo no Catar será a última transmitida por ele na televisão.

Apesar do encerramento da carreira dentro da Rede Globo, o narrador ainda pretende continuar a carreira. Galvão está estudando as possibilidades para o futuro e indica que deve dar seguimento através do meio digital.

“Estamos negociando outras coisas. Outros caminhos. Muito provavelmente, muita coisa nesse meio digital”, afirmou Galvão.

Em fim de passagem na Rede Globo e com uma menor demanda para narrar os jogos, Galvão Bueno teve uma diminuição salarial. O narrador era um dos mais bem pagos da emissora, mas teve uma redução em 2022.

Segundo o jornal Metrópoles, Galvão teve o salário reduzido em 80% neste ano, passando a ganhar R$ 800 mil por mês. Antes, o locutor recebia R$ 5 milhões durante o período.

Galvão Bueno ingressou na Rede Globo em 1981 e esteve presente em todas as Copas do Mundo durante o período na emissora. O locutor narrou as conquistas do Brasil em 1994, nos Estados Unidos, e 2002, no Japão.

Galvão Bueno em preparação para a Copa

Galvão Bueno concedeu entrevista ao Uol Esporte para falar sobre o término de passagem na Rede Globo. O narrador destacou que já está em preparação para a Copa do Mundo no Catar.

“Essa não-renovação marca a minha hora de buscar outras oportunidades, não sou eterno. Mas eu já fico pensando que é claro que sentirei saudades. São 11 Copas na Globo, dez finais, sendo três finais com o Brasil. Tomara que venha a quarta. É uma preparação intensa, estou fazendo o dever de casa de me cuidar, cuidar da voz”

Comentários do Facebook

- Publicidade -