Portal do colorado
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

Oficial: Justiça bate o martelo sobre caso de importunação sexual com saci

O homem responsável por interpretar o Saci, mascote do Inter, foi indiciado por importunação sexual. Ele foi investigado através de um inquérito policial que analisou duas acusações do crume durante a realização do clássico Gre-Nal. A informação foi divulgada de forma oficial pela Polícia Civil na manhã desta quinta-feira (14).

De acordo com a Polícia Civil, após investigação com base nas imagens divulgadas, depoimento das vítimas e do próprio acusado, foi decidido pelo indiciamento do homem, que não teve a identidade divulgada pelo emissário oficial.

“Com base nos elementos informativos colhidos durante o trâmite do procedimento, constatou-se que o suspeito cometeu o crime de importunação sexual contra as duas vítimas no dia em que ocorreu a partida de futebol já citada, crimes pelos quais foi indiciado”, disse a nota da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Porto Alegre.

Por conta de um pedido da Polícia Civil, a Justiça também concedeu medidas protetivas solicitadas por uma das vítimas, impedindo que o homem se aproxime dela a menos de 300 metros e de manter qualquer tipo de contato, seja telefônico ou por meios eletrônicos.

O inquérito será enviado ao Ministério Público, que ainda decidirá se o homem será denunciado à Justiça. De acordo com o Código Penal, a pena prevista para o crime de importunação sexual é de reclusão de um até cinco anos.

Mascote Saci foi denunciado por jornalista

Em um dos casos, a jornalista Gisele Kümpel, do Canal Monumental, relata ter sido abraçada e beijada sem consentimento pelo mascote do Internacional. A questão teria acontecido logo após a equipe colorada ter marcado o gol da vitória contra o Grêmio.

“Quando sai o gol, em vez de comemorar com a torcida, ele vem e para do meu lado. Eu estava relatando o lance para o canal e ele vem e me abraça de lado. Fecha os dois braços em mim e fica alguns segundos. Não foi um tapinha nas costas. E ele, com a máscara, vem para me dar um beijo. Senti o suor dele em mim e o barulho do beijo”, disse a repórter.