Portal do colorado
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

Pai de Gatito Fernández disse SIM e goleiro aceitou jogar no Inter

O pai de Gatito Fernández disse sim no passado e aceitou vir para o Rio Grande do Sul para jogar defendendo a camisa do Inter, entrando para a história da equipe vermelha posteriormente. O familiar do atual arqueiro do Botafogo aceitou o convite para vir atuar no Beira-Rio, mais de 30 anos atrás e, naquele momento, acabou ajudando a fazer história no time gaúcho.

Atualmente o nome do goleiro paraguaio que está no Rio de Janeiro vem chamando bastante a atenção nos corredores do Beira-Rio. Isso porque o Clube do Povo precisaria de um nome para compor o elenco, já que Sergio Rochet e Ivan apresentaram lesões e estão de fora. Atualmente a vaga está nas mãos do garoto Anthoni, formado nas categorias de base coloradas.

Apesar do jovem não estar dando motivo para reclamações dos torcedores, a preferência parece ser pela chegada de um nome mais experiente, o que se confirma com as sondagens em cima de Gatito Fernández. O goleiro do Botafogo entrou na mira por conta do seu talento, demonstrado ao longo dos anos em General Severiano, mas também pelo seu legado familiar.

Pai de Gatito Fernández defendeu o Inter

Isso porque, na década de 1990, o pai do jogador, Roberto “Gato” Fernández, aceitou vir para o Rio Grande do Sul vestir a camisa do Internacional, entrando para a história por aqui. Na época, o jogador participou de um importante título para a história colorada, o que faz com que esteja presente entre os ídolos da equipe vermelha naquele momento da história.

O pai de Gatito Fernández chegou ao Clube do Povo em 1991, ajudando na conquista do Campeonato Gaúcho. No entanto, foi no ano seguinte que o jogador brilhou ainda mais, conquistando, junto do Inter, a taça da Copa do Brasil. Na época, ele foi essencial em disputas de pênaltis contra Palmeiras e contra o Grêmio, ficando marcado naquela taça.