Pedro Ernesto Denardin narrará o seu 100º GreNal

O jornalista Pedro Ernesto Denardin está próximo de narrar o seu 100° GreNal. O locutor fará a transmissão do próximo clássico, que será disputado nesta quarta-feira (23), às 22h15, na Arena do Grêmio, pela volta das semifinais do Gauchão 2022.

O jornalista falou sobre esse sentimento e revelou detalhes sobre as suas narrações em clássicos. Ernesto comentou que sempre procura narrar cada gol de uma forma diferente, trazendo a mesma vibração para as duas equipes durante os GreNais.

“Não tenho frases prontas. Tenho uma descrição para cada gol, para cada jogo. Tentando sempre em Gre-Nal ter a mesma vibração para Grêmio e Internacional, festejar tanto para um quanto para outro”, salientou o locutor, em entrevista para a GaúchaZH.

Pedro ainda destacou algumas diferenças que tem em relação aos outros narradores e afirmou que mudou a forma de narrar no Rio Grande do Sul. O jornalista comentou que não segue padrões com frases prontas, já que gosta de sempre fazer diferente.

“A narração no Rio Grande do Sul tinha uma coisa muito conservadora, tinha o Pedro Carneiro Pereira, tinha o (Armindo Antônio) Ranzolin. Entrei com um tipo de narração que mudou. Tenho ousadia, não tenho frases prontas”, disse o locutor.

GreNal: Pedro Ernesto e a descrição dos gols

Segundo Pedro Ernesto, as suas narrações são sempre diferentes pelo fato de que todos os gols são diferentes e não existe um igual ao outro. Cada um merece uma descrição para agradar ao torcedor.

“Eu faço a descrição do gol e, depois, penso como torcedor. Estou falando alguma coisa que agrade a eles. Como os gols são diferentes, não tem um gol igual ao outro, cada gol de uma descrição”, comentou o jornalista.

Comentários do Facebook

- Publicidade -