Por Copa do Mundo, Edenílson não deverá deixar o Internacional

- Publicidade -

- Publicidade -

Edenílson foi convocado para a Seleção Brasileira após clubes ingleses e italianos brecarem a vinda de jogadores para as disputas das Eliminatórias da Copa do Mundo na América do Sul. E isso pode ter sido muito importante para a permanência do jogador no Beira-Rio.

O filho do meia chorou ao saber que o pai havia realizado um dos maiores sonhos dos jogadores. No jogo de quinta-feira (2), quando o Brasil venceu o Chile fora de casa por 1×0, com gol de Éverton Ribeiro, o atleta do Internacional não entrou em campo.

- Publicidade -

O sonho de jogar uma Copa do Mundo pela primeira vez na carreira deve fazer com que ele permaneça no Clube do Povo pelo menos até o fim de 2022. Nos últimos três anos, pelo menos, clubes do mundo árabe tentaram levar o jogador. Contudo, a direção fez jogo duro e manteve o meia.

Em 2019 e 2020 Edenílson teve o contrato renovado, fazendo com que o seu salário chegasse na faixa de R$ 600 mil por mês. Em 2021, a direção tentou o mesmo movimento, só que dessa vez o atleta não quis saber e preferiu não ampliar o vínculo.

- Publicidade -

Edenílson vive o sonho de disputar a Copa do Mundo

O jogador jamais havia sido chamado para a Seleção Brasileira principal. O time de Tite ainda vai jogar mais dois jogos, no domingo (5) encara a Argentina, em São Paulo. É provável que o treinador dê chance para ele, pelo menos em uma destas partidas.

E Edenílson sabe que para manter vivo o sonho de ir ao Catar em 2022 será necessário continuar jogando no Brasil. Ir ao mundo árabe, por mais que proporcione muito dinheiro, certamente faria esse desejo chegar ao fim.

Comentários do Facebook

- Publicidade -