Portal do colorado
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

Portas estão abertas e ele quer voltar ao Inter

O presidente do Inter, Alessandro Barcellos, falou sobre a possibilidade do retorno de um ex-jogador. Em entrevista ao programa Bola nas Costas, da Rádio Atlântida, o mandatário foi questionado sobre o meia-atacante Taison. O profissional voltou a entrar em pauta nos bastidores do clube e, de acordo com o dirigente, as portas estão abertas para o retorno.

“Não vamos mudar o discurso. É um jogador fundamental para a história do Inter. É um colorado identificado e sempre terá portas abertas, mas são questões da vida profissional que colocam os jogadores em outros clubes. Natural que, quando se aproxima esse momento da carreira, essas possibilidades surjam. Vamos tratar com respeito”, disparou Barcellos.

Taison está em contrato com o PAOK, da Grécia, até a metade do ano. Apesar do acordo em atividade com a equipe do futebol europeu, o profissional não descarta a possibilidade de retorno ao Inter. Nos últimos dias, inclusive, ele deu uma declaração polêmica sobre a sua segunda passagem no Colorado, quando acabou sendo dispensado no início de 2023.

O atleta aproveitou as redes sociais para agradecer ao Inter, que publicou uma homenagem pelo aniversário, e lembrou que teve alguns problemas nos bastidores do clube. Desta forma, ele deu a entender que poderia ter permanecido no Beira-Rio caso não tivesse comprado as discussões que foram debatidas inicialmente.

Taison deu declaração polêmica sobre o Inter

“Sou grato por tudo que vivi aí e fico extremamente feliz e honrado pela lembrança nesse dia tão especial pra mim. Mesmo de longe, estarei sempre na torcida, pelas vitórias e os grandes títulos que virão. Gratidão Internacional e a essa torcida que mora no meu coração. Obrigado”, disse o jogador nas redes sociais, logo depois de ser parabenizado pelo Colorado.

“Se eu não tivesse brigado com quem não merecia! Se eu tivesse sabedoria, e não agisse de cabeça quente, se eu não tivesse sido tão cabeça dura , talvez eu estaria hoje, junto a minha nação, ao meu clube tão amado. Sou grato por tudo que vivi aí e fico extremamente feliz e honrado”, completou Taison.