Presidente do Internacional comemora superávit, mas quer taças em 2022

O Inter terminou o ano de 2021 com superávit. O feito foi bastante comemorado pela atual gestão, visto que era um objetivo da mesma.

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, o presidente do Inter, Alessandro Barcellos, falou sobre o feito.

“Foi uma vitória importante. Nós quando assumimos tínhamos isso como um dos pilares. O futebol brasileiro tem a possibilidade de formação de uma liga, com uma competitividade altíssima e uma lei que aparece fortemente, como é a lei da SAF, o novo futebol brasileiro exige que os clube estejam no mínimo com equilíbrio financeiro”

Barcellos comemorou o superávit, porém, falou sobre o momento do Inter, que não está rendendo bons resultados, e planeja títulos em 2022. Vale lembrar que o Colorado pode conquistar um título em breve, caso vença o Gauchão.

“Os clubes que fizeram isso conquistaram títulos importantes. Essa receita continua valendo, agora, você não pode só comemorar o resultado financeiro se o resultado de campo não acompanha e hoje o resultado de campo não está acompanhando. E nos estimula a buscar, mas com o equilíbrio econômico e financeiro”

Medina deve ser demitido se não eliminar o Grêmio no Gauchão 2022

O treinador do Internacional, Alexander Medina sofre uma grande pressão desde o início do seu trabalho no comando da casamata colorada. Cobrado pela falta de identidade e de padrão da sua equipe, o técnico uruguaio ficou ainda mais pressionado após a eliminação na Copa do Brasil, para o Globo-RN.

O treinador conseguiu um pouco de paz, após duas vitórias em sequência no Campeonato Gaúcho, sendo uma delas contra o maior rival do clube, na qual seu time desempenhou um bom futebol e não deu chances ao Grêmio.

Entretanto, o clássico que salvou o emprego do treinador, pode também ser a causa de uma possível demissão. Caso venha a ser eliminado, ao que tudo indica, não terá mais clima para Cacique ficar no Beira-Rio.

Comentários do Facebook

- Publicidade -