Presidente não se cala e conta detalhes sobre a busca do Inter por centroavante

O Internacional deve ir ao mercado na próxima janela de transferências. O departamento de futebol do time trabalha para encontrar algumas peças pontuais que favoreçam o esquema de Mano Menezes, e dê mais condições para a briga na parte de cima da tabela do Campeonato Brasileiro, além da disputa pela Copa Sul-Americana.

Pensando nisso, o presidente Alessandro Barcellos, concedeu entrevista falando sobre os próximos passos do Colorado, destacando que o time não está parado e busca sim, reforços na próxima janela de transferências.

“O Inter está trabalhando no mercado, não parou. Fizemos uma janela no início de ano e algumas coisas ficaram mais para frente. Com a chegada do Mano, teve uma mudança de perfil, e é nisso que estamos trabalhando agora. Avaliações estão sendo feitas no ponto de vista técnico e financeiro. Quando abrir a janela, esperamos contribuir com o grupo, mas sabendo que temos internamente alternativas”, disse.

Presidente do Inter despista sobre centroavante

Apesar de ter alguns nomes como centroavantes no elenco, a posição é visto como uma das prováveis áreas de contratação do time. Recentemente o atacante que pertence ao Sport, Mikael, é um dos cotados, mas o presidente desconversa.

“A gente não fala em nomes se não existem negociações encaminhadas. Seja do Mikael ou de outros nomes. Só falaremos se as negociações estiverem avançadas”, começa Barcellos, que ainda determina o perfil do clube como requisito de acerto.

“Temos alternativas. Se nós encontrarmos o perfil que se encaixe nas possibilidades do clube, vamos trazer”. Depois da saída de Papaléo da vice-presidência de futebol, o mandatário faz questão de destacar a profissionalização da pasta.

“Temos tempo. Felizmente, estruturamos o departamento de futebol de uma forma muito profissional. Esse era um desejo nosso desde o início, deixando claro as questões políticas e questões técnicas. Hoje, temos Paulo Autuori, William Thomas, o Mano, um quadro preparado. Vamos com calma e sem especulações. Vejo que surgem nomes do nada, causando até um embaraço em quem é citado”, disse.

- Publicidade -